quarta-feira, 20 de março de 2013

Leandro Leite Leocadio

SEM PALAVRAS


Que ninguém seja contra
A que vou dizer,
Mesmo eu sendo um cabeça-de-bagre.
Que ninguém seja contra
A que vou falar,
Mas santo de casa não faz milagre.

(...)    

  
  Leandro Leite Leocadio (20 de março de 1975) é uma das grandes revelações da nova ficção brasileira. Notável contista, é um verdadeiro expoente deste difícil, mas desafiador, gênero. Suas histórias – curtas, sintéticas, precisas – vão ao ponto, retratando-nos não apenas o clima emocional da classe média brasileira, mas mergulhando fundo na condição humana.


      Poeta, contista, ilustrador e cartunista. Teve uma infância multirregional, tendo vivido no Rio de Janeiro, em São Paulo e Natal, capital do Rio Grande do Norte. Nunca frequentou qualquer escola de arte, tendo começado a desenhar e escrever por iniciativa própria desde tenra idade. Em 1993, no Centro Cultural São Paulo, realizou sua primeira exposição de cartuns a nanquim, aquarela e guache na H.Q. Brasil da ABRA, Academia Brasileira de Artes, tendo exposto, também, em 1995, na II H.Q. Brasil, promovida pela mesma instituição.
Formado em direito, foi colaborador de O Pasquim 21 – jornal dirigido por Ziraldo –, vindo a escrever para diversos sites, jornais e revistas.




http://www.mensa.org.br/pag.php?p=89


Menotti Del Picchia

Paulo Menotti Del Picchia  
(São Paulo, 20 de março de 1892 — São Paulo, 23 de agosto de 1988) foi um poetajornalistatabeliãoadvogado, político, romancista, cronista, pintor e ensaísta brasileiro



Escritor e poeta que participou ativamente do movimento modernista brasileiro. Autor de “Juca Mulato”, livro que vendeu mais de 40 milhões de exemplares só no Brasil. 


O coração da gente é como uma casa  que não pode ficar vazia.
Menotti del Picchia

Saiba mais em http://www.casamenotti.com.br/

segunda-feira, 18 de março de 2013

Nino Miraldi

Amigos e visitantes conheçam e divulguem:

http://ninomiraldi.blogspot.com.br/ 

Bjs